Anúncios

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 de dezembro de 2021

Um cordão umbilical chamado AMOR...

 


 A pandemia nos mostra uma lição muito importante: Não temos controle de nada!

De fato, não temos mesmo!

Só que planejamos tanto, achamos que damos conta de tudo, que temos que nos cobrar cada dia mais, e fazer, fazer e fazer. E daí? E se de repente tudo mudar?

Não paramos para pensar que não temos controle das coisas que acontecem. Podemos planejar, organizar, mas massacramos nosso eu com tantas obrigações muitas vezes mais do que necessárias. 

Vi depoimentos de várias mães que assim como eu estão exaustas. Porque já exercemos funções a mais no nosso currículo de " Super Mães" que assim nos nomeiam.

Seria bom ser super-heroínas, com poderes extraordinários. Acabar com as dores dos nossos filhos, com o preconceito e as barreiras que criam para garantir os direitos deles. 

Talvez com tudo isso façamos uma reflexão de que para o nosso dia devemos pegar mais leve conosco.

Delegar funções, pedir ajuda e não exigir de nós uma perfeição que não existe. Aliás, nem nós nem ninguém.

Há muita desigualdade social nesse País, as leis existem mas não favorecem todos e nos vemos na corda bamba da injustiça.

Mas o que podemos fazer a respeito para fazer a diferença?

A nossa parte!

E qual seria essa parte?

Acionar a nossa voz para cobrarmos das autoridades, empresas, escolas e até dentro de nossa casa a dignidade que tanto lutamos em prol da cidadania dos nossos filhos.

Reclamar, opinar, sugerir, questionar são passos importantes. Já me vi em várias situações em que acionei Ouvidorias, Direções e donos de lugares para olharem mais para a questão da Pessoa com Deficiência. E quando consegui ser ouvida, e o meu pedido foi visto me senti vitoriosa não só por minha filha, mas por todas as mães, filhos e famílias PCD que iriam aquele local.

Precisamos aprender a nos dar um tempo e aliviar nossas tensões pois não somos máquinas. Somos pessoas. E respeitar as nossas dores, cansaços, insatisfações e pausar. Limpar o desnecessário e caminhar com o essencial,

O essencial são nossos filhos. O nosso bem-estar é o bem-estar deles. E estamos ramificados por um grande cordão umbilical chamado AMOR.


Adriana

Nenhum comentário:

Postar um comentário