19 de outubro de 2016

Nem tudo que parece é.


Algumas vezes você vê uma pessoa muito alegre, muito comunicativa em todos os meios possíveis, e quando se depara com a verdade dela realmente vê que não é nada disso. Todas as pessoas possuem suas armaduras e nem sempre são tão boas ou tão más como aparentam. Quantas vezes já julgamos alguém pela aparência franzina e nos surpreendemos com uma pessoa muito boa a ponto de sentir que isso vinha de seu coração? 
Percebo que muitas pessoas são capazes de lidar com muitas pessoas estranhas mas são incapazes de ver quem está ao seu lado e que são até mais legais com as desconhecidas do que com os seus.  Acredito que tudo há uma razão de ser e que tudo tenha inúmeros lados, e apenas uma boa conversa consegue desmitificar o que pensamos da pessoa. Costumo sentir muito além do que gostaria... Confesso que é muito mais fácil lidar com desconhecidos. É a minha bendita ou maldita intuição. Por vezes insisto em pessoas que volta e meia me decepcionam - ou eu que me decepciono pois elas são o que são - então, não culpo as pessoas, elas possuem suas escolhas e com o passar do tempo a nossa maturidade nos ensina que quando deixamos certas coisas pra lá, a vida mostra muita coisa com mais clareza. Não culpo pessoas por suas escolhas pois tenho as minhas e além disso os meus motivos que foram provocados ou não.
Não me iludo com aparências, com pessoas que dizem ser algo. Estou longe de ser alguém perfeita mas procuro não machucar pessoas propositalmente mesmo que essas façam comigo, e ainda busco a cada dia nem falar dos meus sentimentos com elas - aqueles ruins que me desolam, aquele que ninguém gosta- Quero apesar de tudo sempre estar com o meu sorriso, me policio para não reclamar da vida mesmo tudo estando um caos.
Acredito que a aparência física seja apenas uma casca. Aquilo que você faz é o que é a sua aparência de verdade. Tudo é perecível inclusive nós. Perde-se muito tempo julgando o outro e não sobra tempo algum para amar o próximo. Somos falhos, mas respeitar o outro é fundamental. Nunca consegui me iludir com aparência... Prefiro é sentir as pessoas, pois elas são lindas com as suas diferenças. Eu tenho as minhas, e essa coisa de muito perfeitinho, muito bonito nunca me impressionou. Gosto da simplicidade, gosto do desapego a coisas materiais, gosto da liberdade de ser aquilo que me é confortável ser. 

Adriana Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...