9 de junho de 2015

Não lamente...





Repara bem no que desejou, conseguiu e como está lidando com isto. Repara que não há felicidade sem provação e que a rotina não se transforma sozinha. Repara que se não nos movimentarmos em direção à harmonia, valorizando o que temos ao invés de supervalorizar os desconfortos, nosso crescimento pessoal, emocional e espiritual está ameaçado. A alegria é consequência de um processo de determinação e ação para obtê-la. Não espere que o que tem não esteja mais aqui para lamentar o abraço não dado, a carícia que não foi feita no descuido de um fragmento de tempo. Que se queremos da vida a plenitude em todos os aspectos, temos, antes de tudo, que saber administrá-los. Se você está no trabalho, trabalhe. Se está em casa, esteja em casa. 
Se está sozinho, aproveite esta solitude para crescer. 
Se está acompanhado, apreenda o Universo de cada um que o rodeia. 
Não espere para valorizar quando outro tiver aquilo que já foi seu porque descobriu antes de você o valor que aquilo, aquela pessoa tem.
 Repara, repara bem. E se isto tudo não tiver importância, esqueça... 
Mas não lamente.

Marla de Queiroz
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...