6 de agosto de 2014

Aprendendo a andar



Não precisamos deixar de existir para nos reconstruir. É claro que em muitas construções novas é preciso demolir toda uma casa para construir novamente. Mas o espaço é o mesmo. Comparando podemos dizer que nosso coração pode se transformar, mas ele sempre será o mesmo. Podemos até a partir das nossas experiências existenciais no transformar e mudar. Podemos ainda abdicar de coisas e dar prioridade à outras. Podemos nos desfazer de algumas, mas nunca de nós mesmos.
Porque até no nosso estado de escuridão e inércia algo muito grandioso está acontecendo.
Até o momento em que despertos começamos a andar novamente como crianças que começam a explorar o novo mundo. Somos crianças aprendendo a andar. Sempre seremos! E que seja sempre no caminho do amor e do bem, pois como dizem: "Espalhe o amor, porque de ódio o mundo já está cheio". Simples assim!

Adriana Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...