10 de julho de 2014

Confesso...


Confesso que nem sempre me vi da melhor forma. Sempre enfatizaram-me os meus defeitos.
Confesso que nem sempre vi beleza da forma exata porque nunca a olhei da forma que deveria.
Confesso que nem sempre valorizei meus predicados porque nunca tinha olhado para dentro deles olho no olho.
Confesso que me deixei levar por vozes por nunca escutar o que dentro de mim mais bonito havia.
Até que em dado momento esqueci os outros e comecei a olhar profundamente para o meu eu. Para o meu sentir, ser, estar.
E foi aí que confesso: Enxerguei quem de verdade eu sou!

(Adriana)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...