Sobre o conteúdo desse blog:

Se alguma foto nesse blog for de sua propriedade entre em contato que mencionaremos a autoria. O que fazemos é editar as fotos e colocar mensagens, e caso se sinta lesado, informe-nos que ou daremos os devidos créditos ou removeremos sem problema algum. Porém lembramos que as fotos são retiradas do Google.

7 de março de 2014

A história de Bill Porter



Bill Porter nasceu em San Francisco, California, em 1932. Porter nasceu com paralisia cerebral, o que lhe ocasionou dificuldades de fala, de coordenação motora e no andar.
Ainda jovem, mudou-se com sua mãe para Portland, Oregon. Ele não conseguia emprego devido à sua paralisia cerebral, mas se recusou receber auxílio salário do governo por sua deficiência.
Sua mãe sempre foi sua grande incentivadora e passou a ele dois valores básicos: paciência e persistência. Apesar das dificuldades, Porter tinha um sonho: conseguir um emprego de vendedor, como seu falecido pai.

Em sua busca, Bill recebeu muitos “nãos”, mas jamais desistiu. Depois de muita persistência, finalmente convenceu a Watkins Inc. a lhe dar um emprego de vendedor porta-a-porta, apesar da relutância da empresa por causa de suas limitações e pelo fato da venda de porta em porta ser uma tarefa desgastante.
Ele só conseguiu o emprego porque se propôs a trabalhar na pior rota que existisse, aquela que nenhum vendedor desejava fazer. Nos anos seguintes, passou a andar cerca de 16 quilômetros diariamente, batendo de porta em porta, buscando apresentar e vender os produtos da Watkins na área de Portland.
Bill sofria muitas rejeições dos clientes. Sua aparência não era das mais belas, seu jeito de falar e seu andar desengonçado causavam estranheza às pessoas. Mas ao fechar sua primeira venda para uma jovem senhora alcoolatra e reclusa, Gladys Sullivan, ele literalmente não parou mais...
Conquistava clientes, fechava vendas e cativava o coração das pessoas.

Em 1989 recebeu o prêmio de melhor vendedor do ano, de toda a empresa.
Por mais de 40 anos Bill caminhou 16 quilômetros por dia, vendendo de porta em porta.
Em 1995, chamou a atenção de todos, quando um jornal do Oregon escreveu uma série de reportagens sobre ele, o retratando como símbolo popular de determinação e entusiasmo.
Em 2002, sua história virou filme, sob o título “Door to Door” (De porta em porta).
O vendedor de porta em porta, com fala atrapalhada e andar engraçado tornou-se uma pessoa querida por todos, pois, de coração em coração, ele sabia como cativar as pessoas.
Porter faleceu em Gresham, Oregon, no dia 3 de dezembro de 2013, aos 81 anos de idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...