13 de junho de 2013

Alegria de viver


"Quando se tem a alegria de viver todos os momentos, efusivamente felizes ou dramaticamente nem tanto, são diluídos e peneirados pela válvula mor e transformados em otimismo, pensamentos positivos e muito AMOR.
AMOR exagerado, desnudo.
AMOR sem preconceitos, sem distinção de raça, religião, cor, sexo.
AMOR a tudo e a todos.
Se ama até os que nos fizeram mal ou não tiveram a capacidade de interpretar nossas melhores intenções. Ou quando queríamos só ajudar ou, com coragem e atitude, nos precipitamos e avançamos o sinal, pressionamos e não medimos esforços pra ver a pessoa amada e estar junto dela.
Ama-se à distância! Ama-se um miragem virtual que se revelou através de palavras sinceras e de respostas rápidas, transparentes e carregadas de emoção, quando o calor da conversa atingiu o clímax e o limite entre o imaginário e o real. Entre o querer e não poder.
Ama-se a lágrima doce e seca, digitalizada. Ama-se o sorriso franco e o silêncio cego.
Ama-se a personalidade, o caráter.
Ama-se como se ama o Amor."

(Gelu)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...