9 de novembro de 2012

O Concerto do Grande Mestre


Para encorajar o progresso do filho ao piano, a mãe levou-o a um concerto de Paderewski. Depois de se sentarem, a mãe viu uma amiga na plateia e foi saudá-la. Tendo oportunidade para explorar o teatro, o pequeno levantou-se e foi percorrendo o espaço. Acabou diante duma porta onde se lia: "Proibido entrar. Quando as luzes diminuíram e o concerto estava quase a ter início, a mãe regressou ao seu lugar. Deu-se conta que o filho não se encontrava lá. De repente, as cortinas se abriram e as luzes incidiram sobre um piano impressionante, lá bem no cento do palco.

A mãe foi então surpreendida pelo filho sentado ao piano, inocentemente procurando as notas do Cai, cai, balão. Naquele momento, o grande mestre fez sua entrada. Dirigiu-se logo para o piano e sussurrou ao ouvido do menino: “Não pares, continua a tocar”. Inclinado sobre o piano, Paderewski estendeu a mão esquerda e começou a improvisar a parte do baixo. A seguir colocou a mão direita em volta do menino e serviu-se dela para juntar uma bela melodia. Juntos, o velho mestre e o jovem estreante, transformaram aquele embaraço numa experiência maravilhosamente criativa. O público ficou extasiado!

O mesmo se passa com Deus...

O que podemos conseguir por nossa conta, não vale sequer a pena mencionar. Fazemos o melhor possível!… Não resulta, porém, numa música bela e harmoniosa. Mas com as mãos do Mestre, os nossos gestos podem ganhar um toque de beleza.

Da próxima vez que decidires realizar alguma coisa, escuta atentamente. Ouve a voz do Mestre, sussurrando ao teu ouvido: " Não pares, continua a tocar". Sente os seus braços amorosos a envolver-te. Dá-te conta de que as suas mãos fortes também tocam no concerto da tua vida. Lembra-te: Deus não chama aqueles que estão preparados. Ele prepara os que são chamados. Estará sempre contigo para te amar e conduzir. Para fazer em ti e por ti grandes coisas!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...