10 de agosto de 2012

Enchendo os pulmões de vida real


“Passei dias longe, enchendo os pulmões de vida real. No caminho, encontrei pessoas, sorri para estranhos, quis me vingar do passado e desejei nunca sentir o que tem martelado meu bem-querer. Mas estou tentando acreditar que é dessas coisas que colocamos na gaveta do ciclo-natural-que-precisa-ser-fechado-para-dar-espaço-a-algo-que-ainda-não-tem-nome.”
Nathália Duprat

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...