18 de janeiro de 2012

As respostas que queremos.


Vamos parar de achar ou isso das pessoas e viver a vida!
Vamos apenas cuidar do que somos, do que temos, do que podemos fazer pra ajudar as pessoas sem fazer uma análise completa, sem ficar julgando, achando tudo de todo mundo.
Pra que complicar as coisas? Já temos que carregar a nós mesmos, as nossas dores e alegrias, ser quem somos e ainda perder tempo com a vida alheia?

Vamos colocar uma dose enorme de amor nesse coração e seguir a vida a aproveitar o que as pessoas nos dão. Sabemos o que somos, o que fazemos, o que pensamos. Mas só Deus conhece-nos integralmente lá no fundo da nossa alma.
E se de fato as pessoas fazem que façamos a nossa parte, a nossa diferença. Vamos parar de perder tempo com coisas tão fúteis, de dar tanta importância. Pra quê sofrer? Por que ficar pensando no que o outro está pensando? Isso vai mudar alguma coisa?

Vamos deixar a coisa fluir, vamos conviver com as pessoas da melhor forma e se problemas surgirem vamos resolver. Ter mais tolerância conosco, com as pessoas. Discutir sim se for preciso, mas resolver. É muito ruim sofrer por guardar mágoa, é muito ruim ter que se afastar das pessoas, mas também é ruim se calar quando a outra pessoa precisa ouvir umas verdades. Então de momento o melhor que podemos fazer é não fazermos a nós mesmos sofrer por tão pouco.

Vamos aceitar o que o outro diz, ouvir mais, pensar mais antes de falar com impulso. Vamos? Olhar mais a si mesmo, porque conviver consigo não é fácil e acha que será com as pessoas? Amar inclui o pacote todo: vem com defeito não tem jeito!

Não sou boba. Mas sou uma boa pessoa! Então tudo pode se resolver com uma boa conversa. Jamais guardo rancor, isso é coisa muito pequena pra mim. Podemos desculpar, podemos também pedir desculpas. Podemos ser severos com quem merece. Mas que se um dia precisar das minhas palavras ou de mim terá. Jamais negaria um ato de amor a alguém!

E o que as pessoas fazem, elas fazem a si. Pode ser intencional, pode te machucar, te trazer consequências. Mas tudo volta. Por isso eu não me preocupo. Eu caio, eu levanto. Eu choro depois dou risada, sabe porquê? Porque sou feliz!

De repente, a gente acha tanta coisa não é mesmo? Que não achou nada! Vamos parar de achar, de procurar problemas onde não há, e nos preocuparmos em resolver os verdadeiros problemas que surgirem.

Vamos nos calar, refletir, e chegar na resposta de paz que tanto desejamos. Pode ter certeza: Ela bate no seu coração!

Adriana Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...