21 de julho de 2011

Quando eu crescer...


Quando eu crescer... criança de novo quero ser...
Quero ser criança em atitudes, madura em plenitudes.
Quando eu crescer, quero brincar de vida,
e lá estarei escondida brincando de pique-esconde!
Quando eu crescer, quero brincar tanto, mas quero me lembrar também que:
Se eu cair, posso até me machucar. Muito ou pouco. Posso ralar meu joelho. Posso sangrar. Mas logo lá estarei lá eu. Peralta e sorridente a brincar!
Quando eu crescer quero ter sorriso inocente, olhar brilhante. Quero ter esperança na vida, não quero ver maldade nem fazê-la. Quero olhar a vida como de fato uma criança, assim enfrentando meus problemas. Quero ser adulta somente, em idade e mudanças do corpo...
Quero brincar de casinha, quero brincar!
Quero sorrir mesmo depois de injeções mesmo que eu fique em choque!
Quero me desvencilhar de frustrações que não me falaram que eu iria passar!
Quando eu crescer quero ter doçura jamais amargura!
Quando eu crescer quero voar, no meu balancinho. Sendo empurrada pelo vento!
Quero ter minha mãe meu pai, meus irmãos, ao meu lado, como se eu fosse um bibelô. Nem que seja de vez em quando. Quero contar a eles minhas indagações do mundo e dsar meu abraço gostoso. Quero deixa-los admirados com meu jeito de pensar.
Se eu não tiver alguns deles, que eu nunca me esqueça das broncas e travessuras que aprontei. E lembre que nada se vai quando fica no coração da gente.
Quando eu crescer, quero ser menina, quero ser doce, quero ser eu! Quando eu crescer, que pareça que essa menina nunca cresceu! Que meu sorriso seja a maior prova disso!!! Afinal ela cresceu e não morreu!
Adriana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...